Renan faz tentativa de votar pacote anticorrupção, mas não consegue

0


O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), colocou em votação um requerimento de urgência para que o projeto sobre corrupção, aprovado na madrugada pela Câmara, fosse votado pelos senadores ainda na noite desta quarta-feira (30), mas não conseguiu. No painel eletrônico, 44 senadores votaram contra a urgência e 14 a favor.
O requerimento de urgência foi apresentado por líderes do PMDB, PSD e PMDB. Mas a atitude de Renan causou indignação de parlamentares contrários contra à forma como o projeto foi aprovado pela Câmara, desfigurado, com várias modificações sobre a proposta original do Ministério Público avalizado por dois milhões de brasileiros.
Senadores protestam contra a análise do requerimento, mas Renan Calheiros insiste em colocá-lo em votação.
“Hoje não é o momento de votar questões polêmicas”, disse o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).
Outros parlamentares também se posicionaram contra a urgência. Um dos parlamentares, fora dos microfones, disse que Renan estava cometendo um “abuso de autoridade”.

G1

Comments are closed.