Filho de Damião e Lígia Feliciano é intimado e ouvido pela Polícia Civil no Caso Ivanildo Viana

0


O ex-secretário de Estado do Turismo Renato Feliciano, que é filho da vice-governadora Lígia Feliciano e do deputado federal Damião Feliciano, ambos do PDT, foi intimado e prestou depoimento ao delegado da Polícia Civil, Alan Terruel, para as investigações do Caso Ivanildo Viana. A intimação ocorreu, de acordo com informações repassadas ao programa Rádio Verdade, da Arapuan FM, 15 dias após a prisão do grupo de extermínio que teria atuado neste caso.

Renato teria recebido a intimação pelo secretário de Estado da Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima. A convocação faz parte de uma linha de investigação que a Polícia Civil está adotando.

De acordo com as informações divulgadas durante o programa Rádio Verdade, na tarde desta terça-feira (31), é de que a linha de raciocínio da investigação é de que o deputado federal Damião Feliciano teria um assessor nomeado em seu gabinete, que recebia um salário de R$ 8 mil e dividia este valor com outras pessoas. Um destes estaria Ivanildo, que foi posteriormente cortado desta lista de “beneficiários”.

Ainda, segundo a fonte, Ivanildo teria passado a pressionar o assessor parlamentar, onde teria afirmado que o radialista disse que se não voltasse à “lista de pagamento”, ele denunciaria todo o esquema.

No dia 29 de agosto, cinco pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no homicídio do radialista Ivanildo Viana, ocorrido no dia 27 de fevereiro de 2015, às margens da BR 101. De acordo com a Polícia Civil, o trabalho realizado pelo Núcleo de Homicídios de Santa Rita, sede da 5ª Delegacia Seccional, foi iniciado desde as primeiras horas do dia, com cumprimentos de mandado de prisão preventiva e de buscas e apreensão, nas cidades de Bayeux e João Pessoa.

 

 

Comments are closed.