Charliton revela que PT desmarcou reunião com RC, nega interesse por cargos e se opõe ao TCM

0


O presidente estadual do PT, Charliton Machado, revelou em conversa com o Blog do Gordinho que o partido não fará nenhum tipo de cobrança ao governador Ricardo Coutinho (PSB) por mais cargos no governo, nem pela recomposição dos espaços deixados pelo grupo do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) após o rompimento da parceria política com o PSB.

“Tínhamos uma reunião programada com Ricardo, mas que por motivos de força maior, o PT desmarcou, por problemas na agenda dos nossos parlamentares. Obviamente, que como se trata de um governador, ele terá que remarcar na sua agenda, e nós teremos que ver nossa agenda também. Na verdade, essa questão de cargos não está colocada na pauta do nosso partido. O PT já tem um secretário no governo e são decisões que cabem ao governador. O que o PT deseja sim é que suas sugestões programáticas sejam acolhidas pela gestão”, afirmou.

Charliton também referendou a posição dos deputados Anísio Maia (PT) e Frei Anastácio (PT) de aversão à instalação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) na Assembléia Legislativa.

“O PT ainda não deliberou sobre essa questão, mas eu concordo com a opinião dos nossos parlamentares. Nossa linha de atuação é completamente independente. Essa discussão do TCM é inoportuna, absolutamente fora de contexto e não creio que deva ser uma prioridade para a Paraíba. Temos uma crise econômica grave no país que estrangula o desenvolvimento dos estados e municípios, isso é o que deve ser tratado como prioridade”, declarou.

Escrever comentário