Cartaxo garante reforma “profunda” na Bica com R$ 8,5 mi de investimento

0


Durante solenidade na manhã desta quinta-feira (7), a prefeitura de João Pessoa deu mais um passo importante para avançar no resgate e recuperação do Centro Histórico da Capital paraibana. O prefeito Luciano Cartaxo assinou ordem de serviço e deu início às obras que darão cara nova ao Parque Zoobotânico Arruda Câmara, carinhosamente conhecido como Parque da Bica, um dos espaços públicos de contemplação e lazer mais frequentados pela população do município.

Segundo o prefeito, serão investidos R$ 8,5 milhões para mudanças profundas na Bica, assim como foi feito no Novo Parque da Lagoa, e com o objetivo de valorizar a região onde nasceu a cidade. “Com a Lagoa, fizemos voltar a pulsar o coração no Centro da Cidade. Agora, com o novo Parque Zoobotânico da Bica vamos fazer a mudança chegar a um dos pulmões da nossa Capital, justo no momento em que a Bica completa 95 anos de existência”, afirmou Luciano Cartaxo.

O prefeito inseriu as obras da Bica dentro de um projeto amplo de transformações no Centro Histórico que começou com o resgate de espaços como as praças da Independência, João Pessoa e 1817, da Galeria Augusto dos Anjos, do Hotel Globo, da Casa da Pólvora e o Centro Cultural Pavilhão do Chá. “Já avançamos e, em breve, entregaremos as obras do Conventinho e a Villa Sanhauá, os casarões que serão transformados em residências”, lembrou. “A Bica será um parque completo, com novos passeios públicos, coretos recuperados, espaços mais seguros e modernos, dando conforto aos animais e aos visitantes, com nova praça de alimentação, bilheteria, estacionamentos e pórtico de entrada”, acrescentou.

Entre as obras previstas, também serão realizadas a limpeza do Lago das Cinco Fontes, a construção de novo recinto para os grandes felinos e criação do Museu Arruda Câmara, onde será possível conhecer a história do Parque, da flora local, além dos animais que ali vivem sob os cuidados de biólogos e especialistas mantidos pela Prefeitura. Autorizadas pelo Iphan, Iphaep e Semam, as obras serão realizadas durante 15 meses e em etapas, permitindo que a Bica continue aberta ao público.

O secretário de Meio Ambiente, Abelardo Jurema Neto, destacou que a Bica   é um dos espaços de lazer mais frequentados pela população de João Pessoa.  “O projeto de requalificação vai oferecer, primeiramente,  mais conforto para os animais. Esse é um compromisso com o ambiente e com as pessoas, com os usuários. Quando falamos meio ambiente estamos incluindo as pessoas. Isso é muito importante. Nesse sentido a Bica vai oferecer  um espaço generoso, seguro e confortável para a população”, disse.

Comments are closed.